Explicaki

Oficial administrativo

Por 14 de outubro de 2013 (215) visualizações

Elaborar cartas e memorandos, organizar materiais de escritório, cotar valores de suprimentos, arquivar documentos e atender ao público são tarefas rotineiras para um oficial administrativo. Mas suas atribuições não param por aí.

Existem muitas áreas de atuação para este profissional, e são desde as mais simples, que apenas exigem atendimento ao público e digitação de documentos, até as bem mais complexas, que incluem redação de atas, conhecimento profundo de informática e elaboração de planilhas.

Se trata de um cargo público: os interessados devem prestar um concurso, e vão atual juntos a prefeituras e outros órgãos governamentais. Como tal, gozam de estabilidade profissional e outras tantas vantagens.

A profissão

Oficial administrativoA carga horária semanal varia entre meia jornada e jornada completa. Se trata de um cargo de responsabilidade, já que pelas mãos do oficial administrativo passam inúmeros documentos muito importantes para o bom funcionamento do órgão onde trabalha.

Se espera que o candidato esteja apto para as tarefas mais simples e rotineiras do ambiente administrativo, mas também se pode pedir que o candidato saiba elaborar pareceres complexos, quadros estatísticos, redigir despachos, elaborar atas, fazer levantamento e compilação de dados, redigir todo e qualquer documento que lhe seja encarregado e até mesmo distribuir tarefas. Além disso, se pode exigir um amplo conhecimento em legislação específica para sua área de atuação. Tudo depende de em que área o candidato finalmente prestará seus serviços.

O Concurso Público

Para prestar o concurso, a maior parte de organismos públicos exige o Ensino Médio completo, e ao menos algum curso na área administrativa. Cursos técnicos em administração contam mais pontos, e um curso de nível superior em qualquer área pode chegar a valer 30 pontos a mais para o candidato.

O interessado deve estar preparado para cair de boca nos livros. Entre as matérias que devem ser estudadas estão as básicas, como língua portuguesa e gramática, conhecimentos gerais, matemática e noções de informática (passando pelos diferentes sistemas operacionais), mas também deve haver um preparo específico em legislação voltada para a área de atuação em que se está interessado.

Para conhecer melhor o que estudar, nada como ler a fundo o edital do concurso em questão.

E o salário, como fica?

Bem, é difícil precisar um rango salarial para essa profissão. A questão depende da região do país onde o interessado vai prestar o concurso público, e também da área de atuação do cargo oferecido.

O salário inicial de um oficial administrativo que cumpra apenas meia jornada, em algumas regiões do país, é de R$ 450 a R$ 755. Em outras, é bastante superior, girando em torno dos R$ 1000, ou até pouco mais. Já para os que cumprem jornada completa, o salário fica por volta dos R$ 890 e R$ 1200.

Ainda assim, o salário bruto oferecido por algumas prefeituras ou organismos públicos é bastante diferenciado. Alguns oficiais administrativos podem contar com um salário de até R$ 3500. Tudo depende da complexidade de seu trabalho. Cabe ao interessado consultar os editais com cuidado e considerar bem as possibilidades antes de prestar o concurso.

The following two tabs change content below.

Renata Brinati

Latest posts by Renata Brinati (see all)

Comentários (0)

Certifique-se de que seu comentário esteja de acordo com as Regras da Comunidade.