Explicaki

Como Trabalhar em Cartório

Por 18 de novembro de 2011 (497) visualizações

Para trabalhar em um cartório você deverá saber antes em que parte quer atuar, pois, dependendo da área, você deverá ter conhecimentos diferentes, ter ou não passado em um concurso. Não é necessário ser concursado, por exemplo, se você quer trabalhar como atendente em um cartório de registro civil, imobiliário, entre outros. Porém, você deve ser concursado se quiser trabalhar em cartórios cíveis, criminais ou ser tabelião. Leia as dicas a seguir e saiba o que deve ser feito para trabalhar em um cartório:

Instruções

  1. 1

    Pesquisar: antes de tudo, você deve saber em que área dentro de um cartório e em que tipo de cartório você quer trabalhar. Saber disso torna os passos posteriores mais fáceis de serem dados. Além disso, você precisa saber onde ficam os cartórios em sua cidade e que vagas estão precisando ser ocupadas. Se tiverem vagas a serem ocupadas, pesquise sobre que formação ou quais cursos são necessários para que você a ocupe. Muitos tabeliães contratam atendentes e secretários para fazer serviços simples e, muitas vezes, as pessoas que ocupam estes cargos devem ter apenas o segundo grau completo.

  2. 2

    Fazer currículoFazer um currículo: caso você já saiba de uma vaga e do que é preciso para ocupá-la, é hora de fazer o currículo. Se o seu interesse é ser assistente de tabelião, você deve enviar o currículo para que ele seja avaliado. Tente colocar no currículo informações preciosas, que você sabe que irão cumprir com o que a vaga está pedindo. Seja objetivo e não coloque informações desnecessárias. Se for preciso, faça cursos técnicos de pouca duração e específicos para este tipo de emprego, para que o seu currículo seja diferenciado dos demais.

  3. 3

    Concursos públicos: se você procura um emprego para ganhar bastante dinheiro, sabe que o tabelionato é uma das profissões que mais rende no fim do mês. Portanto, para chegar até ali, o caminho é um pouco mais difícil. Em primeiro lugar, você deve fazer um curso superior de Direito e ser aprovado na prova da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB). Depois disso, algum tempo e experiência são necessários para que você possa fazer o concurso destinado ao tabelionato. Tornar-se um tabelião demanda tempo, dedicação e estudo. O resultado final é gratificante.

  4. 4

    O que é feito em um cartório: existem diversos tipos de cartório e cada um tem várias funções específicas. Um cartório pode trabalhar com serviços de notas, o qual tem como objetivo originar escrituras de toda natureza, reconhecer assinaturas e autenticar documentos; com serviços de registro de imóveis, o qual registra, nos termos da lei, os imóveis, que passam a ser reconhecidos com eficácia e validade; com serviços de registro de títulos, documentos, registro civil de pessoas naturais, entre outros. É no cartório que se fazem as certidões de nascimento, certidões de óbito, certidões de casamento, entre outras. Além disso, é no cartório que se registram contratos marítimos e há serviços de registros de distribuição, funções estas que são restritas a apenas alguns estados brasileiros.

Comentários (3)

Certifique-se de que seu comentário esteja de acordo com as Regras da Comunidade.

0
Muito bom! As informações foram perfeitas, e eu estou satisfeito, pois finalmente encontrei o que eu queria. Apenas quero saber se um corretor de imóveis deixa ainda mais fácil, a possibilidade de trabalhar no cartório de imóveis. Att, Caique
0
silvania
1
gostei muito das informaçoes foram muito precisas, mas gostaria que me enviasse um lugar onde eu possa fazer um curso na area de cartorios em fortaleza. tenho o segundo grau mas ja fiz curso de recepcionista no senac e trabalho em atendimento ao publico como caixa. espero resposta no meu email atenciosamente silvania.
1
Gefto Brito
0
Olá,chamo me de Gefto,e gostaria de fazer o curso de Cartorário,e nao sei de nem um endereço de palestrante ….
0