Explicaki

Como Ser Síndico

Por 7 de setembro de 2011 (279) visualizações

Ser síndico e administrar um prédio ou condomínio exige muito esforço e dedicação, pois há muito o que se fazer e prestar atenção, além de ter pleno conhecimento e respeito às normas do local para poder gerenciá-lo da melhor forma. É comum encontrar em condomínios moradores que tem medo de serem síndicos por diversos motivos, mas a falta de conhecimento sobre os deveres e responsabilidades do cargo. Confira a seguir informações que irão lhe ajudar a entender melhor e como exercer corretamente o cargo de sindico.

Instruções

  1. 1

    Requisitos básicos para ser síndico: Para exercer o cargo de síndico da melhor forma possível, é interessante que antes de se candidatar a pessoa verifique se realmente tem um perfil que corresponde ao de síndico e se possui os pré-requisitos básicos. Primeiramente é preciso ter vontade de ser síndico e conhecer melhor a área para ter um bom desempenho, outro requisito importante é ser honesto e íntegro para lidar com as finanças do condomínio e com os regulamentos internos, ser transparentes em todas as suas ações como síndico, respeitando todos os moradores de forma igual e justa. Todos estes são requisitos básicos que qualquer morador que deseje ser síndico, para assim conseguir assumir o cargo com responsabilidade e ciência do que lhe espera.

  2. 2

    Como ser síndicoSe candidatando ao cargo: O síndico é escolhi através de um processo de votação, onde todos os condôminos votam no candidato que mais se identificarem. Ao assumir o cargo de síndico o condômino adquire automaticamente a responsabilidade civil pela administração e pelos danos causados ao lugar e às pessoas que residem no condomínio, além de ter responsabilidade em manter e administrar o patrimônio comum.

    Além das responsabilidades administrativas o síndico também acabará tendo o encargo de mediar desentendimentos entre condôminos, estar sempre atento se todas as regras estão sendo seguidas corretamente, caso contrário poderá tomar atitudes para que tais regras passem a ser seguidas para manter a harmonia e convivência entre os condôminos.

  3. 3

    Mantenha o condomínio regularizado e em ordem: Outra grande responsabilidade do síndico é manter as finanças do condomínio em ordem, sempre tentando manter a regularidade pagando sempre as contas em dia. Da mesma forma que o síndico precisa manter a ordem nas finanças, ele também precisa manter a ordem no próprio condomínio, sempre procurando organizar o orçamento de forma que possa gerenciar a manutenção dos equipamentos eletrônicos do condomínio como elevadores, portões elétricos, câmeras e sistemas de segurança, pintura da fachada e da parte interna, manutenção da área de entretenimento público etc.

Qualquer mudança feita no condomínio deve ser avisada antes aos condôminos para que eles tenham ciência do que irá acontecer e possam demonstrar sua opinião caso ela seja contra. Um bom síndico deve levar a opinião de seus condôminos em consideração, sem realizar qualquer mudança sem que eles saibam e aprovem.

As recomendações anteriores devem ser seguidas para que o síndico não seja taxado como alguém incompetente e que não sabe administrar um condomínio de maneira correta. Portanto, evite desentendimentos desnecessários procurando fazer uma boa gestão, que seja honesta, justa e que siga todas as regras estabelecidas pelo próprio condomínio.

Referências:

Medo de ser Síndico, Disponível em: www.ocondominio.com.br/dicas/sindico.asp – Acessado em: 7 set. 2011

O que é ser síndico para você?, Disponível em: www.jornaldosindico.com.br/jsnv/index.php?tab=artigo&id=150 – Acessado em: 7 set. 2011

The following two tabs change content below.

Fernanda Gomes

Latest posts by Fernanda Gomes (see all)

Comentários (1)

Certifique-se de que seu comentário esteja de acordo com as Regras da Comunidade.

-1
Estou me candidatando á síndica e o atual síndico esta afirmando por aí que eu jamais ganharei.Sera´que devo revidar?
-1