Explicaki

O Que É Ser Jovem

Por 7 de setembro de 2011 (211) visualizações

O que é ser um jovem nos dias atuais? O que pensa, diante de um modelo de Sociedade onde valores que no passado eram tão respeitados e seguidos? Como se sente um jovem diante da globalização, das crises econômicas que envolvem o mundo inteiro? Diante da total falta de ética, dos contínuos escândalos sobre corrupção, a crescente violência e a impunidade. Como ficam seus sonhos, suas aspirações se não existem “modelos” a serem seguidos? Bom, diante da realidade do nosso dia a dia, vamos ver como um jovem se comporta, seus sentimentos, dúvidas, receios e medos.

Ser um jovem é manter sua identidade, impor sua personalidade em qualquer situação. Ainda que o desencanto seja geral, numa cultura que estimula a competitividade e que, paradoxalmente provoca uma falta de “ideais”, o jovem não se entrega. Ele é positivo, alegre e mantém a esperança.

Os jovens comprometidos com a Sociedade podem mudar o rumo de um país. Nas grandes manifestações políticas que assistimos no mundo inteiro, são eles que tomam as ruas, as avenidas e enfrentam seus adversários. Ser jovem é indignar-se. É não aceitar passivamente a injustiça, o roubo descarado aos cofres públicos, a tirania de governos centralizadores. O jovem odeia ser instrumento de manipulação.  São engajados, politizados e ao contrário do que muitos pensam, não são alienados.

Alguns, desiludidos e com problemas pessoais se deixam levar pelas drogas e, com isso, enfraquecem em sua vitalidade e consciência. Mas não é a maioria.

O jovem também possui a garra, a energia própria da juventude. Alguns são mais rebeldes. Mas qual de nós, em nossa juventude, também não foi?

Ser jovemO jovem de hoje ama a Natureza e briga pela preservação dela. Ama as redes sociais e as novidades tecnológicas. São apaixonados pelos diversos lançamentos, cada vez mais sofisticados, de celulares, smartphones, Ipods, Ipads.

Amam a música eletrônica e não abrem mão das baladas no fim de semana. São loucos por esportes radicais, tudo que aumente a adrenalina. Nada anormal, com exceção de pequenos grupos que apelam para a violência. Afinal, nós também vivemos nossa Juventude e dançamos muito ao som dos anos 80, 70 dependendo da idade de cada um. São apenas estilos diferentes, os tempos mudaram e as tendências também. Um processo evolutivo absolutamente normal.

O jovem de hoje, em sua grande maioria, é pacífico. Alguns são românticos e mais pacatos já outros são uma verdadeira ebulição. São ativos, participantes e possuem senso crítico. Alguns escrevem poesias apaixonadas, outros não dispensam o futebol, o surf, o encontro com os amigos para assistirem um mega-show.

São inquietos por natureza. Mas a Juventude é uma fonte de Vida e inquietação. Possuem altos e baixos, mas nós adultos não somos diferentes.

O jovem de hoje, com raríssimas exceções, é solidário. Pensa no próximo, respeita os idosos, amam e apoiam os amigos que estão passando por algum tipo de dificuldade.

Entre as classes mais desfavorecidas geralmente são mais unidos e respeitam a família. Neste aspecto contam a criação, os valores culturais, a integridade e honestidade passada pelos pais. Infelizmente não é muito comum encontrarmos as mesmas atitudes ou a mesma criação entre jovens de classes mais privilegiadas. Erro deles? Erro de quem os criou.

Ser jovem nos dias de hoje não diferencia muito dos jovens do passado. Juventude é Juventude em qualquer época. Mudam estilos, tendências, mas a essência é a mesma.

Referências:

Ser jovem, Disponível em: www.expressoes.com.br/contos/conto47.htm – Acessado em: 7 set. 2011

The following two tabs change content below.

Cristina Dana

Latest posts by Cristina Dana (see all)

Comentários (0)

Certifique-se de que seu comentário esteja de acordo com as Regras da Comunidade.