Explicaki

Como Fazer uma Síntese

Por 31 de agosto de 2011 (984) visualizações

Para muitos estudantes, universitários e até autores principiantes escrever uma síntese pode ser uma atividade difícil e complexa. E na prática é muito fácil desde que algumas regras sejam seguidas à risca.

A síntese nada mais é do que a exposição de um texto de forma clara, sucinta, concisa. Pode ser de um livro, filme, uma crítica sobre determinado artigo e textos acadêmicos. Mas a prática na composição de uma síntese não muda independentemente do assunto em questão.

Instruções

A condição principal para uma boa elaboração de uma síntese é a total compreensão do texto. Com este domínio, podemos partir para algumas orientações fundamentais.

  1. 1

    Procure escrevê-la utilizando suas próprias palavras. Nada de cópias ou citações desnessárias e não use as ideias contidas no texto original. Lembre-se que a síntese é uma apresentação da obra em questão, mas deve ser escrita de forma resumida, breve e contendo apenas as informações indispensáveis.

  2. 2

    Mantenha total fidelidade à criação do autor. Respeitando o conteúdo e evitando comentários de sua autoria sobre determinadas passagens contidas no texto. Inicie com uma leitura minuciosa do texto buscando absorver a ideia principal do autor, as passagens mais marcantes e para facilitar seu trabalho, sublinhe ou faça marcações destes trechos.

    Este procedimento poderá ajudá-lo na construção do seu próprio texto, sem que necessariamente precise copiá-lo e sim, criá-lo.

  3. 3

    Na introdução do seu texto deve constar a apresentação do tema, o nome do autor e alguns fatos que identifiquem a obra, mas sempre com suas próprias palavras.

  4. 4

    Escrevendo SínteseTratando-se de uma síntese, não existe a obrigação de seguir exatamente a ordem das ideias expostas, mas é preciso coerência no relato dos acontecimentos e de forma alguma se deve alterar a autenticidade da obra, ou seja, é preciso respeitar o real significado do que foi escrito pelo autor. Outra recomendação para se redigir uma síntese com eficiência e que preencha as necessidades dos interessados é conduzi-la sempre na terceira pessoa, mantendo a clareza e a concisão. Evite redigi-la na primeira pessoa. Lembre-se sempre que a síntese é o “cartão de visitas” de uma determinada obra, que despertará o interesse das pessoas para o texto original.

  5. 5

    Mantenha seu próprio estilo ao escrevê-la, priorizando a clareza, a coerência e a brevidade. Em hipótese alguma as sínteses devem ser longas, pois podem provocar um efeito contrário. O desinteresse dos leitores. Ficando assim, seu trabalho totalmente prejudicado.

Redigir uma síntese, como afirmamos aqui, pode ser e sempre será um trabalho simples se levarmos em conta a total disposição de quem irá escrevê-la buscando inicialmente a total compreensão do texto, uma leitura atenta e observadora, captando a ideia central da obra e, com suas palavras, sucintamente apresentá-la de maneira eficaz trazendo os elementos fundamentais do texto.

The following two tabs change content below.

Cristina Dana

Latest posts by Cristina Dana (see all)

Comentários (13)

Certifique-se de que seu comentário esteja de acordo com as Regras da Comunidade.

Elaine
10
É muito legal esse site me ajudou muito. obrigada
10
Felipe Melo
1
Muito bem esclarecido e muito bem acatado. Bacanérrimo este site. Explica muito bem.
1
naide pina
3
vou tentar seguir a explicação. muito boa muito obrigada
3
EDNA
4
ótimas dicas.. me ajudou bastante a compreender…
4
conceicao
0
Fiquei esclarecida, obrigado.
0
João Bernardo de Figueiredo Filho
1
Excelentes orientações para a produção de uma síntese. Obrigado!
1
Scarlet
0
Obrigada ta muito difícil fazer uma síntese mais vou seguir as dicas .
0
mayara
0
legal gostei
0
mayara
0
legal me ajudou a ganhar nota muito legal e agora já sei o que é uma síntese
0
fabricia
0
Muito Bom, completamente esclarecido!
0
fabricia
0
Completamente esclarecido!
0
Luiz
0
Olá , preciso de ajuda para fazer minha primeira sintese , li e reli , mas não sei nem por onde começar , me ajuda por favor, texto abaixo . O PROCESSO DE VIVER NA SOCIEDADE ATUAL EM UM MUNDO GLOBALIZADO O viver enquanto processo é um contínuo aprendizado. Todas as fases da vida, desde o nascimento até a morte sofrem interferências dos hábitos diários. Para alcançarmos um viver saudável é fato que as ações de prevenção e manutenção da saúde são importantes, assim como devem ser considerados os aspectos econômicos, políticos, sociais e culturais implicados neste processo. A alimentação saudável, a atividade física entre outros, são fatores que auxiliam a promoção e manutenção da saúde. No entanto, os estímulos a uma alimentação inadequada realizada pelas agências de publicidade promovem o consumo de alimentos inadequados levando geralmente ao excesso de peso. A tecnologização do mundo moderno leva as pessoas a se movimentarem cada vez menos, assim como a poluição ambiental e o ruído urbano, fazem parte da nossa realidade e interferem no processo de viver saudável. Sendo assim, podemos dizer que, todos, especialmente os jovens e as crianças, somos atingidos por diversos fatores que influenciam na manutenção e promoção da saúde. O modus vivendis é uma resposta ao processo de globalização. A globalização pode ser definida pela “intensificação de relações sociais mundiais que unem localidades distantes de tal modo que os acontecimentos locais são condicionados por eventos que acontecem a muitas milhas de distância e vice e versa”.1:25 O Grupo de Lisboa considera a globalização uma etapa após os processos de internacionalização e multinacionalização. A globalização anuncia o fim do sistema nacional, enquanto núcleo central das atividades e estratégias humanas organizadas. Os estudos sobre os processos de globalização mostram que estamos diante de um fenômeno com dimensões interligadas de modo complexo na perspectiva econômica, social, política, cultural, religiosa e jurídica. A dimensão da saúde no mundo globalizado, também está relacionada à distribuição desigual da riqueza que vem aumentando dramaticamente nos últimos 30 anos. Os países pobres têm a maioria das doenças que ocorrem no mundo, mas não dispõem de recursos significativos dos gastos globais em saúde. Sabe-se que uma parcela da população mundial não possui acesso a serviços de saúde e medicamentos essenciais. A possibilidade da redução da pobreza está no desenvolvimento de políticas sustentáveis, de educação, saúde, respeito ao meio ambiente e principalmente, acesso ao trabalho, que garanta uma vida digna, sem exploração da mão de obra humana e da exposição a riscos ocupacionais [...] Na visão capitalista a saúde dos indivíduos deve ser preservada com o intuito da manutenção de sujeitos trabalhadores na cadeia de produção. Assim, os investimentos na saúde dos trabalhadores destinam-se a preservação da mão de obra apta a produzir qualitativa e quantitativamente bens e serviços, como uma forma de geração de capital. Portanto, existe uma relação entre o processo de trabalho e do processo de viver saudável. Esta relação ocorre no sentido de que a pessoa pode ter trabalho e não ter saúde, ou seja, a partir do modelo capitalista, a falta de trabalho implica em uma série de prejuízos pessoais e sociais, dentre eles a pobreza, a fome, a exclusão dos meios de produção, acrescidos da possibilidade do desenvolvimento de doenças decorrentes deste processo. Atualmente muitas empresas vêm desenvolvendo programas visando à redução de poluentes, dos riscos ocupacionais e à implementação de um ambiente laboral saudável, com redes de suporte e de apoio ao trabalhador e à família, entre outros. Em que pese a importância desses aspectos, a intenção fundamental dessas empresas, pode-se dizer, é manter uma força de trabalho capaz de aumentar a produção e, consequentemente o lucro. REFERÊNCIA: SILVA, Luiz Anildo Anacleto et al. O processo de viver na sociedade atual em um mundo globalizado. In: Um olhar sócio epidemiológico sobre o viver na sociedade atual e suas implicações para a saúde humana a social-epidemiological. Revista Texto Contexto – enfermagem, Florianópolis, v. 15, 2006. Disponível em: http://www.scielo.com.br. Acessado em: 2 dez. 2001.
0
Eu
1
faaaalaaae glr blz?? eu aki e hj trazendo maiiis um comntarioooo hahahaha zoa, malz ae o dono desse email que eu to uzando, mas acho q nun da nada então FODA-SE zoa denovo hahaha, ok, parei. mas eu queria diser que esse site eh DAHORA mas isso não importa, obrigado ´por lerem meus fãns ^_^
1