Explicaki

Falta de Apetite

Por 16 de maio de 2011 (481) visualizações

A falta de apetite é a eventual ou constante perda da vontade de comer e atinge diversas pessoas em qualquer fase da vida. Este problema pode ter diversas causas que pode estar ligado a problemas fisiológicos ou emocionais.

Causas da Falta de Apetite

Diversas doenças podem gerar a falta de apetite, quando isto acontece o problema é de origem fisiológica, sendo assim um sintoma. Uma doença na qual o indivíduo costuma sofrer deste distúrbio alimentar é a anemia, outra é a infecção urinária.

Problemas emocionais também podem ser responsáveis pela falta de apetite, sendo assim tal problema está voltado a problemas psicológicos e pode ser desencadeado por diversos fatores. Na maioria dos casos, quando o distúrbio acontece com crianças o problema é de caráter emocional, situação esta que pode estar relacionada aos próprios pais. Existem casos onde a criança, ao perceber a importância dada à alimentação e para chamar a atenção de seus pais, se nega a comer. Quando esta é a causa os pais não devem ceder aos caprichos da criança, devendo assim insistir que ela coma alimentos saudáveis. Um bom ambiente familiar estável, onde existe uma rotina de alimentação e os pais oferecem limites e carinho aos seus filhos ajuda a evitar que a falta de apetite emocional ocorra.

Foto de uma criança com Falta de ApetiteQuando a criança passa a ter falta de apetite acaba gerando uma grande preocupação em seus pais. O primeiro contato com o alimento acontece na amamentação, ato que contribui muito para o desenvolvimento físico e emocional do bebê, quando este não sente vontade de se alimentar a mãe acaba ficando ansiosa, o que prejudica ainda mais a alimentação.

Essa fase de falta de apetite emocional das crianças costuma acabar após os cinco anos de idade. Não deixe de oferecer alimentos saudáveis e diversos aos filhos, alimentos gordurosos e com muito açúcar devem ser evitados, mas não precisam ser totalmente banidos, tudo deve ser dado às crianças de forma balanceada e com uma alimentação feita em horários certos.

Nos idosos a falta de apetite pode estar relacionada às mudanças fisiológicas decorrentes do envelhecimento, com a perda da audição, olfato e paladar, podendo estar relacionado também com a situação econômica na qual, alguns são inseridos, problemas familiares e sociais. Tudo isto combinado pode gerar distúrbio alimentares.

Em geral o idoso deixa de comer certos alimentos por acreditar que estes podem lhe fazer mal, deixando assim de ingerir nutrientes fundamentais para a prevenção de doenças e manter a saúde.

A partir dos 70 anos é comum que os idosos comecem a perder peso devido ao progresso da perda de massa óssea e muscular, contudo, este emagrecimento pode estar relacionado também a alterações metabólicas que podem ser resultantes de uma diabetes fora de controle, doenças digestivas ou intestinais, câncer dentre outros problemas. A dificuldade para mastigar também pode ser um fator que ajude a diminuir a vontade de comer.

Devido a todos estes fatores, a alimentação deve ser feita de forma atrativa e saborosa. Até no momento de comer fora de casa um lugar que tenha comida a quilo onde o idoso pode escolher o que deseja comer com uma grande variedade de opções pode ajudar no estímulo alimentar.

O mais importante no caso dos idosos é verificar se a causa do problema é de ordem fisiológica ou psicológica, para que o melhor tratamento seja indicado. Da mesma forma que com as crianças ou com qualquer outra faixa etária, não se deve forçar a alimentação para não criar traumas mais fortes e acabar piorando o problema.

Como estimular o Apetite

Recuperar o apetite pode ser uma tarefa um tanto quanto difícil, até porque a ansiedade para melhorar do problema pode acabar aumentando ainda mais a vontade de não comer ou até se alimentar mal. É preciso começar aos poucos, bebendo pequenas quantidades de líquido e ingerindo alimentos de fácil digestão, que devem ser consumidos em determinadas horas pré-estabelecidas para não forçar o organismo e ajuda-lo a se acostumar a comer aos poucos depois de tanto tempo sem ter vontade de comer. Procure comer junto com amigos e família, isto porque a hora da alimentação também é um momento de convívio social e isto pode ajudar a incentivar a alimentação. Entretanto, é importante salientar que para uma pessoa doente pode ser muito difícil voltar a comer, devido a isto amigos e familiares não devem forçá-lo a isso.

Em qualquer idade a hora da refeição deve ser um momento agradável para estimular ainda mais a vontade de comer. Para os adultos, um cálice de vinho durante o almoço, além de ser saudável, ajuda a estimular o apetite por meio de relaxamento.

Outra maneira de estimular o apetite é a prática de exercícios físicos, isto porque o corpo possui reservas de proteínas que somente podem ser repostas através da alimentação apropriada e com os exercícios físicos estas proteínas são gastas, podendo ajudar assim a aumentar a vontade de comer.

Para muitas pessoas a principal causa para a falta de apetite é o resultado de uma alimentação desregrada, livre de alimentos industrializados, com sabores que encantam mais do que os alimentos naturais. Para corrigir o problema, por vezes, uma reeducação alimentar já é o bastante. Contudo, existem doenças que tem como sintoma, tais como: anemia, gastrite, azia, barriga d’água, debilidade geral, gripe, hepatite, hemorragia uterina, hipertensão, prisão de ventre etc. Quando a causa é identificada, os sintomas desaparecem.

Existem alguns remédios caseiros naturais para a falta de apetite. Um deles é o suco de cenoura e a levedura de cerveja. Primeiramente para preparar o suco de cenoura é preciso fazer o suco de uma cenoura pequena e em seguida acrescentar água até que complete 250 ml. Este suco deve ser tomado todos os dias uma hora antes do almoço acompanhado de um comprimido de levedura de cerveja.

Outros tratamentos naturais também ajudam a resolver o problema, como o suco de agrião, que, da mesma forma que o suco de cenoura deve ser diluído em 250ml de água, devendo ser tomada uma hora antes do almoço; suco de chicória uma hora antes do almoço; salada de rabanete 30 minutos antes da refeição. Quanto as frutas, é bom bater 50g de sementes de melão com 200ml de água no liquidificador, coar e adoçar com mel devendo ser tomado duas horas antes das refeições; guarde alguma refeição para comer apenas pera pelo menos três vezes por semana; uma refeição exclusiva de uva também três vezes por semana. E também as ervas podem ajudar a estimular a alimentação, o chá de folhas de alfazema (15g para 1 litro de água), tomando três xícaras por dia; chá de folhas de avenca (10g para 1 litro de água), devendo ser tomada uma xícara 30 minutos antes das refeições; chá de sementes de erva doce (20g para 1 litro de água), tomar cinco xícaras ao dia; chá de folhas e flores de losna (10g para um litro de água), tomar duas colheres de sopa a cada hora.

Por mais que os produtos naturais sejam tidos como benéficos à saúde, é importante que antes de qualquer tratamento que um médico seja consultado, para que a causa da falta de apetite seja detectada e sua causa seja tratada.

The following two tabs change content below.

Fernanda Gomes

Latest posts by Fernanda Gomes (see all)

Comentários (0)

Certifique-se de que seu comentário esteja de acordo com as Regras da Comunidade.