Explicaki

Piercing na Orelha

Por 3 de abril de 2011 (398) visualizações

A orelha é um dos lugares mais comuns para se colocar um piercing, pois o brinco é um objeto que já estava sendo difundido há muito tempo, inclusive entre o público masculino.

Apesar de os homens terem enfrentado bastante preconceito no começo da moda, hoje em dia se tornou muito natural ver um homem com vários piercings enfeitando a orelha e, às vezes, na companhia de um alargador.

Tipos de piercing de orelha

Além das argolinhas normais que são colocadas através de toda a orelha, existem alguns outros tipos de piercing de orelha. Um deles é o tragus piercing, cuja popularidade começou por volta de 2005, segundo a BBC, o qual é colocado na parte localizada em frente ao canal auditivo. Devido a um menor número de terminações nervosas, não costuma ser tão dolorosa a sua perfuração. Outro modelo de piercing colocado na orelha é o comumente chamado com transversal. Esse tipo de piercing costuma doer na hora de perfurar devido aos dois furos serem feitos na parte cartilaginosa da orelha e por esse mesmo motivo, os riscos de desenvolver inflamações e queloide passam a ser maiores.

Piercing na Orelha

Crédito: Bonnie Schupp

Cuidados com o piercing na orelha

Existem vários tipos de piercing de orelha e cada um deles merece um cuidado especial. No caso do tragus, por exemplo, deve-se ter o cuidado de deixar o brinco de 12 a 18 semanas após a perfuração para trocar de joia.
Os piercings de orelha têm um alto risco de infecção devido aos cabelos, os quais podem enroscar-se nos piercings ou, até mesmo, conter impurezas que podem levar à infecção. Por esse motivo, deve-se manter o cabelo sempre limpo e, de preferência, preso, nas primeiras semanas.

Não é aconselhável trocar de joias em nenhum dos tipos de piercings de orelha quando se está nas primeiras semanas de cicatrização, pois pode ocorrer inflamações. Apesar de ser mais comum, um bom profissional e um local adequados e higiênicos não podem ser descartados.

Riscos do piercing de orelha

Assim como os piercings colocados em diversos lugares, os piercings de orelha também têm seus riscos. Além de ser altamente propenso a infecções devido aos resíduos e impurezas do cabelo, a pele pode inchar e a joia ficar presa na pele, sendo preciso, muitas vezes, de uma cirurgia para a retirada.

Algumas pessoas não tomam o devido cuidado e acabam deixando alguns objetos se enroscarem nos piercings. Isso pode acarretar em problemas infecciosos e, até mesmo, rasgar a orelha.

Além de todos esses riscos, muita gente tem alergias e podem não saber antes de perfurar a pele e colocar um piercing, podendo gerar muitos problemas.

Limpeza do piercing na orelha

Para limpar os piercings na orelha, deve-se, antes de qualquer coisa, lavar bem as mãos. Durante o banho é a hora mais recomendada, já que a água ajuda a amolecer o local.

Debaixo da água, o piercing e o lugar da orelha onde ele está devem ser ensaboados de leve, tomando o cuidado para não machucar o local.

Em casos mais recentes, o melhor é optar por um algodão embebido em soro, retirando as casquinhas que envolvem o furo e, se necessário, enxugar com um pedaço de papel higiênico levemente.

Normalmente, os profissionais que colocam piercing já fazem as devidas recomendações de limpeza e muitos já oferecem os produtos básicos também. Portanto, deve-se seguir essas recomendações, para que os riscos de inflamação, infecção, queloides e afins diminuam.

The following two tabs change content below.

Victória Freitas

Latest posts by Victória Freitas (see all)

Comentários (2)

Certifique-se de que seu comentário esteja de acordo com as Regras da Comunidade.

sukitaah_marley'
0
amei amei amei! semana qe vem irei colocar um piercing na orelha tipo essa argolinha , tô cm medo , será qe doi muito e queria saber tbm quanto qe é o valor ! beeijos =]
0
CCB
0
coloquei ontem meu segundo piercing, um transversal, e já sei mais ou menos os cuidados mas é sempre bom aprender um pouco mas, até pq todo cuidado é pouco rsrs
0